top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

O planeta terra dorme sobre um paiol nuclear






O fato sem politicagem 09/04/2022


Os últimos acontecimentos no Estado Ucraniano, inclusive, com o avanço da Rússia no Leste da Ucrânia, atacando estação de trem, provocando 50 vítimas fatais, nos faz lembrar que a diminuição dos ataques, incluindo a região de Kiev, não passou de uma ironia de baixo nível por parte do governo comandado pelo prepotente e maquiavélico Vladimir Putin, o mais asqueroso gestor de um país Comunista, detendo o título do mais inconfiável dos presidentes russos.


Tudo isso e mais por estar por vir, nos remete ao ano 1648 (MDCXLVlll) ano bissexto do século XVll, quando a Guerra dos Trinta Anos acabou, caindo por terra o período dos castelos medievais, os mesmos castelos que davam segurança aos seus habitantes, surgindo a utilização da pólvora nas guerras, introduzindo no mundo a ideia e conceito da soberania territorial do Estado. Quando foi estabelecido que por menor que fosse um país não poderia ser invadido, violando sua soberania.


Esse novo sistema se estabeleceu transformando as unidades políticas em Estados, suas fronteiras por mais distante que fossem do seu núcleo deviam ser respeitada, podendo o invadido fazer retaliações, buscando, inclusive, aliados, para defesa do seu território. Estava constituído, dessa forma, o sistema europeu de Estados. Interpreta-se, portanto, como crime de guerra o que a Rússia vem provocando no território da Ucrânia, com todas as evidências mostradas em imagens.


Por mais obtuso que seja a pessoa é impossível que ele não perceba a perversidade que há nessa operação militar, segundo Putin, com a matança enviesada na concepção d guerra, sendo eliminadas crianças, mulheres, idosas e incapazes fisicamente. Verdadeira chacina sendo praticada em pleno dia, por um exército sórdido e desumano, fazendo a Europa se ajoelhar ante o inimigo travestido de bom feitor, querendo dominar uma preza debilitada e impotente.


Pelo transcurso dos fatos se faz necessário uma atitude mais dura contra o Putin, ele se sente encorajado com o pseudo apoio logístico da China, seu aliado de última hora, podendo comprar toda quantidade de commodities que a Rússia venha dispuser, com a suspensão das compras, pois há outros interesses em jogo, por parte dos chineses. Essa situação foi provocada pela própria OTAN, que não fizeram uma avaliação antes de isolar a Rússia no risco de uma Eurásia.


Isso é fato e pode ser real, e o nosso inimigo comunista se sente poderoso, pois, assim como a própria Coreia do Norte, possui míssil nuclear de longo alcance. Esses dois países, com os gestores que têm podem facilmente detonar o planeta, isso eles não farão, ainda, pela interveniência da própria China e seus múltiplos interesses em comum. É de se avaliar que corremos um risco muito grande quando sabemos que temos armas perigosas em mãos de pessoas desequilibradas.
















Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista



4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page