top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Viva a vida onde quer que ela esteja não seja consequencialista






Velhos vícios, trapos remendados                   03/02/2024

 


Não adiante viver longe da sua realidade, do seu momento atual, mergulhado na amargura de um passado que não voltará, você poderá usar suas lembranças ajudando a melhorar seu presente, não recorrendo a erros inevitáveis e nem mesmo projetar um futuro e tentar se transportar para lá, nesse último caso você vai ficar preso a uma vida sem perspectiva nenhuma.

 

Muita gente vive enclausurada em uma vida que, não sabendo seus limites leva uma realidade distorcida, praticando tolices recorrentes, não atingindo seus objetivos, nem mesmo os tem, prefere levar a vida da forma mais bisonha possível, levando revés diuturnamente, sem ao menos procurar uma saída do labirinto em que se metera dando-lhe uma resposta a sua dessorada vida.  

 

Por mais paradoxal que possa parecer há pessoas que nascem com a testa apontada para a estrela guia, entretanto prefere viver sob fortes emoções, um dos assuntos que vive nos noticiários nacionais, o nosso famoso STF e seus membros, tratando deles, temos o ministro Dias Toffolli, como advogado nasceu dentro do PT, cresceu paralelamente ao partido e seu presidente de honra, Lula da Silva.

 

Ele foi muito questionado pela sua indicação e por quem o indicou, seu padrinho político, não posso questionar suas qualidades como profissional, sei apenas que ele foi reprovado em concurso para Juiz de primeira instância, em determinado momento é membro da Suprema Corte, acredito até por méritos, você não nasce pronto, porém vai se construindo por toda sua vida.

 

O que todos nós temos que questionar são as atitudes do ministro Toffolli, em ação individual consegue beneficiar empreiteiras, e empresas de outro setor da economia, suspendendo suas multas de acordo de leniência, cujas cifras trata-se de bilhões (R$) provocando uma Nação, como se toda corrupção ocorrida nos governos anteriores do Lulopetismo tivesse sido uma miragem.

 

Quererá o ministro Toffolli admitir que somos uma Nação de idiotas perfeitos, um povo sem memória, não sabemos nem mesmo separar o Joio do trigo? Um outro ex-ministro do próprio STF, Ricardo Lewandowski, quando na cassação da presidente Dilma Rousseff, já tinha rasgado a constituição, preservando seus direitos políticos. O Brasil caminha para uma grande tragédia política; Deus seja louvado.

 

 

 



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista

 

 

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page