top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Toda e qualquer iniciativa do atual governo federal é tida como um casuísmo









Velhos vícios, trapos remendados                   23/01/2024

 


Se fosse uma ação de um governo qualquer, desde que inspirasse confiança, certamente não haveria grandes questionamentos, mas, partindo do atual governo, e anunciado com pompas e estardalhaços, baseando-se nos governos anteriores do Lulopetismo, é mais que normal não acreditar nas suas narrativas de caráter mitomaníacas e assumidamente delirantes.

 

O palco montado para espalhar fantasias recheadas de deboches, mesmo sendo um assunto voltado para a economia, a peça não constou dos principais ministros da área, no caso específico, o da Fazenda e Economia, Fernando Haddad e do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, os verdadeiros fiadores da área econômica, mas por incompatibilidade com Lula da Silva, se sentem dispensáveis.

 

O pacote reeditado, pelo governo Lula, trata-se de políticas de antigas gestões petistas, que definitivamente não deram certo, mesmo constando um fato novo, com o incremento da agenda verde e prevendo R$ 300 milhões em financiamento e subsídios, até 2026. Trata-se de um formato superado e sem alcance mais objetivo, um verdadeiro projeto seletivo, com privilégio de uma classe privilegiada.

 

Isso nos lembra o favorecimento dos “campeões nacionais”, cujo final foi um dos mais tristes espetáculos do governo, envolvendo o nosso BNDES, cujos R$ bilhões de prejuízos, ficou marcada na memória nacional e a esquerda procura se esquivar do seu desacerto, debitando ao projeto Lava Jato o total descompasso daquelas operações, com investimentos em países administrados por Comunistas ditadores.

 

O mercado já se anunciou com o aumento do dólar (1,23%) e a queda da bolsa (0,81%), esses dados informam claramente a insatisfação dos investidores, tanto pela insegurança financeira, como pela insegurança jurídica, que vem cambaleando já há bastante tempo, agora que o próprio Executivo preconiza que o nosso Judiciário tem a cabeça de político, ficou tudo consumado com o Flávio Dino no STF.

 

 

 



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista

 

 

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page