top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Sonhos são sentimentos e esperanças reprimidos e latentes





O fato sem politicagem 03/04/2022


Não sou nenhum psicólogo para fazer quaisquer questionamentos técnicos científicos a respeito de imagens e impressões que surgem depois do acordar de cada sono, noturno ou não. Porém, seguindo o nossos sentimentos que restam de cada restabelecimento do cansaço do dia anterior, muitas impressões surgem por conta daquilo que aparece em nossos sonhos ou pesadelos, normalmente, frequentemente com alguns intervalos por conta dos esquecimentos naturais.


É incrível com as sensações que nos perseguem está sempre voltado para temas que nos são familiares e muito caro para o nosso comportamento diário no nosso dia a dia no entorno das nossas atividades. O que foge dessa realidade eu debito a tudo aquilo que extrapola a nossa capacidade de interpretar a realidade e nosso limite físico e mental, concorrendo para demandas nunca realizadas por nós, mas que aparecem como forma de emoções e questões imoladas.


Partindo desse pensamento raso e superficial acredito que o homem coloca em prática, muitas vezes, sua projeção de objetivos em busca de realizar sonhos que são acalantados por muitos anos até, por mais promíscuos que sejam, mas que precisam ser realizados para justificar sua presença junto a sociedade que ele se sente como sua, portanto, submissa aos seus caprichos, pesadelos e ilusões irracionais. Uma verdadeira ilusão pantagruélica do prazer cruel do ser humano.


Temos muitos sonhadores que não sabem nem mesmo seu limite, mesmo assim, se comportam como deuses fossem contando com a expectativa de ter um protagonismo além da divisa que lhe compete atuar, por conseguinte se transforma em vilipendioso da sua própria história, para tanto, perde o censo de julgar o que é provável ou possível, a sensibilidade lhe foge do discernimento, passando a se comportar como um verdadeiro perigo para a humanidade.


O que vem ocorrendo no nosso planeta nos últimos tempos é uma sequência de desastradas administrações públicas, tanto Democratas como o autoritarismo exacerbado, desenvolvido pelos socialistas comunistas, disfarçados de democratas dos novos tempos, porém, sempre rezando nos conceitos predatórios do Karl Max e seus seguidores, aboletados na ciência do absurdo, sem consciência e sem conjuminar trabalho e resultados positivos, vivem do ócio.


Nesses tempos de temeridades temos um completo sonhador, ou construtor de pesadelos, Vladimir Putin, mandatário russo, tem se pautado no projeto de destruição do seu vizinho, Ucrânia, de afinidades mútuas e de um distanciamento quilométrico, ele tem sido repudiado pela maioria dos países cristãos, certamente será julgado por crime de guerra, por sua postura poluta e indecorosa, no trato com a verdade, se transformando em verdadeiro genocida do século XXl.


Pensar que essa figura tragicômica do Putin, foi um respeitável gestor das finanças russas, soube desenvolver uma política de eficiente tratado econômico, restabelecendo suas riquezas e voltando a dividir o mundo, agora em três partes, praticamente iguais, eles, EUA e China, não obstante ainda a supremacia militar dos americanos, entretanto, na parte econômica, hoje há uma equivalência, com propensão para os chineses, objetivamente pelo seu desempenho industrial, mesmo de qualidades questionáveis.


O que estão procurando é saber o que virá depois dessa tragédia que não para de evoluir, com cidades sendo destruídos, dentro da Ucrânia, corpos sendo encontrados pelas ruas, principalmente agora depois da retomada parcial de Kiev e cidades em seu entorno, com clara evidência de crime de guerra. Nesse caso, não pode haver perdão e a Rússia terá que ressarcir os custos de reconstrução daquele país, que simplesmente foi invadido por um sonho de alguém travestido de autoridade e sonhos de vilão.















Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista



13 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page