top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

São muitas coisas que abalam a credibilidade






O Fato Sem Politicagem 18/12/2021



Quando o ano chega ao seu final normalmente fazermos algumas reflexões tentando entender os motivos pelos quais alguns negócios, tanto no setor privado como no público, fugindo às vezes das situações normalmente reconhecidas como normais e vez por outra somos surpreendidos, tanto positivo como negativamente, em muitos casos as evidências são claras.


Depois de muitos ruídos, a imprensa noticia a descontinuidade temporária nas operações da companhia aérea ITA, para reestruturação interna. Essa empresa é do Grupo Itapemirim, que se encontra em Recuperação Judicial, a própria ITA já vem apresentando problemas financeiras, conforme noticiado há atrasos em compromisso financeiros da empresa.



Essa notícia cria expectativas junto aos usuários das linhas aéreas, por alguns motivos particulares, nesse momento os voos normalmente operam com lotação máxima, impossibilitando o remanejamento de passageiros para outras empresas que operam nas mesmas linhas, além do transtorno ocorrido com os passageiros em trânsito, uma situação vexatória.



Esse caso me faz lembrar da nossa saudosa VASP, empresa aérea, que era operada pelo governo do Estado de São Paulo, depois foi adquirida pela iniciativa privada, no caso pelo empresário do transporte urbano de Brasília, além de outros segmentos de mercado, mesmo conhecendo um tipo de modal não conseguiu segurar a falência da empresa aérea.



É muito comum alguém com sucesso em algum segmento de mercado procurar estender seus negócios na área de operação, mas em outra modalidade e acontecer de não haver o mesmo sucesso, existem complicações diferentes sem alcance daquele empreendedor específico, resultando muitas vezes em perdas generalizadas.



Mudando um pouco o perfil do texto, mas dentro do mesmo raciocínio, este ano de 2021, definitivamente, não vem sendo bom para o Grupo do magazine Luiza, empresa considerada no meio empresarial de muita relevância, com seguidos anos de crescimento, tanto no seu patrimônio como no faturamento e no seu conceito junto ao seu público.



Ocorre que suas ações, na Bolsa de Valores, vêm em queda, chegando a números que nos leva a pensar no imponderável. Entretanto, se considerarmos a valorização das suas ações nos últimos anos e sequencialmente, vamos verificar que ocorreu valorização acima da média do mercado, e no seu segmento, portanto, não há maior receio.



Alguns aspectos devem ser considerados, a presidente do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, respeitada dentro da classe empresarial, tendo ultimamente sida cortejada para entrar na vida pública, alguns Partidos Políticos tendo fazendo cortejo para seu ingresso nas suas fileiras com a finalidade de concorrer ao cargo de vice-presidente da República.



Claro que esse não é um passaporte para o sucesso absoluto, mas demonstra que o Grupo tem uma postura e credibilidade pelo suporte que ele apresenta com uma diretoria firme e robusta, em termos de administração, ademais, vem mantendo uma política de marketing em busca dos seus melhores momentos.



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista











11 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page