top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Os Federados Ficam Encamisados Pelo Estado Paralelo







Novo governo velhas práticas 15/03/2023




Aquilo que parecia impossível de fato estamos vivendo a realidade da fragilidade e incompetência do Estado brasileiro e seus federados ante a voracidade e organização do Estado paralelo e criminoso, tais quais PCC e Comando Vermelho, arraigados nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, com seus tentáculos dentro das penitenciárias e com operações em vários outros Estados, com prevalência sobre as forças policiais de cada Estado.



Depois de dominarem vários morros do Rio de Janeiro, com áreas demarcadas pelo STF, proibindo qualquer ação militar das Polícias Civil e Militar, sem autorização prévia do Judiciário, transformando, dessa forma, em ambiente e mercado exclusivo da bandidagem, que aproveitam o território livre para operacionar dentro dos espaços demarcados e vender as drogas e armas contrabandeadas e de grande consuma nas áreas referendadas.



Com a venda de drogas, tóxicos, outros produtos estão sendo comercializados, como imagem de tv, sinais de celulares, construção civil sendo feita de forma irregular, fazendo-se uso de terrenos até mesmo de propriedade dos próprios municípios que se veem totalmente imobilizado pelo gigantismo e petulância do Estado paralelo, consta-se o pagamento de mensalidade aos traficantes para garantia do estabelecimento comercial e sua própria segurança.



O que é mais ridículo é o cidadão trabalhador e honesto para subir ao morro, em visita aos seus familiares e amigos, passam por o vexame de ter que se identificar e pedir licença aos marginas, caso contrário terá vida comprometida, em uma demonstração clara que a vida humana foi, definitivamente, relativizada, como se valesse tão pouco que as autoridades estão tratando-a como se fora uma coisa minimamente significante, que papel ridículo estamos desempenhando.



O Estado do meu querido Rio Grande do Norte, administrado, segundo mandato, pela governadora Fátima Bezerra (PT) vem sendo barbarizado pelos marginas cujo comando, admite-se que venha de dentro das penitenciárias do Estado do RN, até mesmo de fora do Estado, levando pânico, medo e incertezas para a população potiguar. Nessa barafunda, estão incendiando carros, ônibus, imóveis públicos e privados, um estado temeroso.



Não adianta o Governo Lulopetista ficar escondendo o Sol com a peneira, o país depois do dia 01 de janeiro de 2023, tem se transformado em terra de ninguém, quando todos acham que tudo podem e satisfações não são dadas, a impressão que fica é de que o terrorismo, definitivamente, vai se implantar de forma covarde e ruidosa. O fato do atual presidente, Lula da Silva, prometer cargos ao MST, grupo de anarquistas, inflama mais ainda o Poder paralelo.



Com essas canalhices em andamentos somos obrigados a admitir, com esse governo em operação, o nosso futuro será mais cruel e incerto do que imaginávamos. Aumentou o número de ministérios, em contrapartida a falta de objetividade e respeito ao cidadão comum, aquele que paga os impostos, para sustentar um Estado brasileiro perdulário; caso essa situação permaneça estamos todos fadados a pedir falência como pessoa física e coletiva. Isso é um fato deletério.






Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista
























































4 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page