top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Os esquerdizantes tupiniquins conspurcam a Democracia brasileira


O texto abaixo foi feito em 26 de julho de 2016, em 31 de agosto do mesmo ano a presidente Dilma Rousseff perde o cargo de Presidente da República depois de três meses do processo de impeachment, que estava em tramitação. O processo teve início em 2 de dezembro de 2015 e aceito pelo então presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, hoje presidiário, acusado por práticas não Republicanas. Muito embora a Presidente Dilma tiver perdido o cargo, depois da denuncia por crime de responsabilidade, pelos autores: Hélio Bicudo, procurador de justiça aposentado, advogados Miguel Reale Júnior e Janaina Paschoal, seus direitos políticos foram mantidos pelo Senado Federal.


Os fatos ocorridos depois da sua cassação praticamente corresponderam aos nossos sentimentos e obedeceu a Constituição. Tomou posse o Vice-Presidente Michel Temer cuja desenvoltura no cargo, foi e continua até hoje praticamente ao tínhamos imaginado, uma sequência de erros e equívocos. A recuperação econômica foi e é um fiasco; a educação continua deixando a desejar; quanto à saúde pública, continuam em estado falimentar, hospitais públicos superlotados, muita gente em vários hospitais da rede pública à espera de internação, acomodados em macas espalhados pelos corredores, verdadeiro estado de calamidade pública; a segurança é outro assunto que piora a cada dia; enfim, o país precisa de um conserto em todos os seus setores.


A atuação do Ministério Público Federal em conjunto com a Policia e Justiça Federal continuaram e continuam levantando dados para apuração dos prejuízos ocorridos na malversação das três gestões petistas, incluindo-se aí o governo atual, mesmo sendo esse último do MDB, consideramos quatro mandatos petista, pois, o Presidente Michel Temer foi eleito na Chapa do PT. De todos os processos imputados ao (PT) Partido dos Trabalhadores e aliados políticos, ficou emblemático o caso da Lava Jato quando a Petrobrás tinha seus departamentos divididos entre eles, cuja finalidade específica era levantar recursos para financiamento de campanha, e os valeres desviados são bilionários, conforme a imprensa nacional e até internacional.


O assunto continua até agora em discussão no Judiciário com várias prisões, algumas pessoas inocentadas, outras tendo suas penas reduzidas em decorrência das delações premiadas. Muitas foram às autoridades alcançadas pela justiça, entre as quais, o Ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba/PR, cumprindo pena, superior a 11 anos de prisão, na sede da Polícia Federal daquela Capital.


Segue na sequência o texto original dando uma ideia do nosso pensamento voltado ao assunto, a cantilena dos indiciados e condenados é a mesma. Todo esforço feito pela justiça e polícia para condenar os envolvidos nos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e outros, poderá ter sido em vão caso o Supremo Tribunal Federal vote na reedição e restabelecimento do indulto de Natal concedido pelo Presidente Michael Temer em 2017, calcula-se que 22 dos 39 réus da força-tarefa da Laja Jato seriam beneficiados. Hoje ainda deve sair à decisão daquele tribunal.


Genival Torres Dantas

Escritor e Poeta

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page