top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

O novo governo tenta combater a desinformação com que moral!







Novo governo velhas práticas 15/02/2023




Sabemos que o governo Lulopetista infama toda e qualquer informação que ele tenta implantar no Brasil, sua vida pregressa é de um inverossímil perfeito, as trapalhadas do Lula da Silva e tudo aquilo que ele coloca a mão torna-se um fato questionável, portanto, a ideia do novo governo Lula de querer combater a desinformação com algum órgão dentro do seu governo, chega a ser ridículo, em primeiro lugar é preciso saber quem vai avaliar o que mentira ou verdade.


Partindo desse princípio, o projeto de combate a desinformação já nasce fadado ao insucesso pela dificuldade de se avaliar o que é verdadeiro no nosso país. Temos uma política polarizada entre duas facções, Direita e Esquerda, com realce para os mais exaltados dentro de cada facção, prevalecendo sempre as correntes que extrapolam o bom senso, mais conhecidas como radicais e intolerantes, fato esse que vem desgastando a aproximação dos ponderados.


Depois de 45 dias do novo governo e percebendo a dificuldade que ele, de assaz truculência, vem tentando impor um novo ritmo nas suas atividades, diferenciando-se do governo anterior, nada mudou, e o que por acaso tenha apresentado uma certa mudança foi para pior, estamos mergulhados em propostas que não chegam a lugar nenhum, há na verdade muita narrativa e pouca ação, uma verdadeira prolixidade, muitos desencontros, poucos encontros.


Amanhã teremos a primeira reunião do CMN, com a participação das três figuras que inicialmente podem tocar de forma eficiente a área economia do governo, sendo o ministro da economia, Fernando Hadadd, a ministra do planejamento, Simone Tebet, e o presidente do BC, Roberto Campos, esse último totalmente independente do governo, mas de uma importância fundamental para o controle dos juros e a inflação na política econômica.


É lamentável que o presidente Lula da Silva, dentre tantas outras atividades que ele se sente capaz de opinar pelo seu conhecimento autodidata, a economia é sua matéria preferida, tanto é que ele colocou um ministro da fazenda, apenas como referência, ficando ele próprio para tocar essa área tão conflitante em qualquer organização. Assim sendo, temo que essa será uma área com sérios problemas dentro desse governo que se mostra esdrúxulo.


Não acredito que essa reunião trará alguma novidade séria para a recomposição do programa de combate a inflação e a baixa nos juros, providências fundamentais para o equilíbrio do país, seria mais conveniente, para o governo Lula, seguir a experiência do atual presidente do BC, deixando de lado esse voo cego decolado em 01/01/2023, com viagem programada para 04 anos, não sei se a nave terá combustível para essa autonomia, a tripulação é no mínimo inexperiente.


Um governo confuso, sem projeto inicial, auxiliares difusos, coesão nenhuma, uns tentando aparecer mais que outros, uma verdadeira orgia administrativa. Não sabemos, ainda, se Lula da Silva vai realmente ser o piloto oficial dessa loucura, ou o Judiciário vai mandar que se use o piloto automático e aquela Casa passe a traçar o plano de voo, em pleno ar, como fora feito com Jair Bolsonaro, sem liberdade até para nomear seus auxiliares diretos.


O Brasil, hoje, é uma grande mentira política, tudo que foi prometido no decorrer da última campanha eleitoral não passou de conjecturas para se ganhar o voto do eleitor dissuadido a trocar o duvidoso pelo incerto, com exemplos anteriores nada estimulantes, pelo contrário, causadores de calafrios e destemperança em ligação direta com a realidade da vida normal, verdadeira tragédia anunciada e de viés nebulosos.


Enquanto o núcleo duro do PT vai arrumando as possibilidades dos seus parceiros dentro do governo federal, com a participação do José Dirceu em alguns encontros e a Dilma Rousseff sendo aclamada efusivamente pelo próprio Lula da Silva, como quem já esteja no comando do Banco dos BRICS, o brasileiro modesto tenta acreditar que esse é um pesadelo de curta duração, não sabe ele o quanto teremos de esperar para essa nuvem negar passar. Isso é um fato.




Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista












































7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page