top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

O malabarismo assimétrico do PT para se manter unívoco







Novo governo velhas práticas 01/03/2023




Quando uma organização se propõe caminhar unida, seguindo um mesmo norte, como é o caso específico do PT, na tentativa de passar uma imagem de igualdade e harmonia perfeita dentro da sua cúpula e as vertentes são tantas que por mais que force o sentido do norte determinado vai haver sempre bifurcações determinadas pelas próprias ramificações de pensamentos dentro da sua própria ideologia socialista, pois ela nunca foi uma unanimidade coesa.



Vendo a dificuldade do atual ministro da Fazenda, Fernando Haddad, em retornar com os impostos federais nos combustíveis, sentimos que sua função é espinhosa, dentro do Partido, ele não tem o apoio da ala política, lhe restando apenas o colegiado de técnicos que tentam superar as dificuldades de embasamento legal e justificativa popular mantendo o apoio da população ao discurso de campanha feito apenas em fundamentos eleitoreiros.



Além dessa tese impopular para implantação no início de um governo populista é no mínimo dissonante, temos em andamento no Congresso Nacional a famosa CPMI (dos atos considerados golpistas de 08/01) cuja presença no meio parlamentar é de extrema importância para os novos congressistas da oposição e motivo de desespero para o atual governo, que por razões outras não deseja esse instrumento em ação para não levantar suspeitas no seu núcleo.



Claro que há razões lógicas para que o próprio presidente, Lula da Silva, tenha motivos suficientes para ir contra a instalação desse instrumento de fiscalização, há imagens de elementos infiltrados, naquela ação de terrorismo explícito, que remetem ao próprio PT e coligados, basta que as autoridades usem as imagens que passaram à época para dirimir qualquer dúvida a respeito, isso é muito fácil de ser levantado.



Mais uma situação indigesta, nesse início de governo socialista, é o comportamento do MST, com invasões em terras produtivas, usando de agressividade, desmentindo o próprio governo, que esse movimento sempre procurou fazer uso de terras devolutas, uma verdadeira falácia, tanto hoje como no passado, o MST sempre primou por tentar invadir terras úteis e produtivas, inclusive inutilizando plantações e queimando equipamentos de uso no plantio, como tratores.


Outro fato que tem levado muito dissabor ao governo federal é a situação do ministro das Comunicações, Juscelino Filho, com um passado nada recomendável em termos de uso do dinheiro público, sendo questionado investimentos em obras com benefícios diretos em suas propriedades no seu Estado de origem, agora fazendo uso de aeronaves da FAB para uso particular, justificado em poucas horas de uso em apoio no exercício das suas funções.



Tudo isso que vem ocorrendo todos nós já sabíamos que ia acontecer, considerando os mandatos anteriores desse grupo político e aptidões de uso indevido de recursos alheiros, uma característica brilhante da maior parte dessas pessoas que são conhecidas como amealhar recursos nada publicáveis e republicanos, os processos na justiça do período de 2003 até 2016, justificam meu ponto de vista e observação. Isso é um fato profundamente lamentável.




Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista












































2 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page