top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

O Governo Lula é transformado em verdadeiro gabinete de crise













Velhos vícios, trapos remendados                   05/04/2024

 


A inoperância do atual governo parece até final de mandato de um presidente que não se instalou e se assim o fez foi para contabilizar sua derrocada em outros mandatos e tentar desmentir o que é tão verdadeiro como líquido e certo é o dia de hoje e dos desatinos que temos que viver enquanto tentamos superar a delinquência de protótipos políticos que desafiam a própria natureza.

 

O que vem ocorrendo com a Petrobrás S/A é o que recorrente em outras empresas e departamentos, além de ministérios administrados por esse governo incompetente e desarticulado. O presidente da Petrobrás, Jean Paul Prates ficou em verdadeiro fogo cruzado, entre ministros amparados pelos seus currículos dentro do PT, de longe os preferidos do atual presidente, Lula da Silva.

 

A briga ficou pior depois que o Jean Prates se irritou com o ministro de Minas e Energia, ao ponto de divulgar aos quatro cantos do mundo que levaria o seu caso ao crivo do presidente Lula, pois ele se encontrava em fase de deterioração junto a outros ministros, que ele precisava de uma definição do Planalto, não era bom ficar nesse chove e não molha em um cargo de muita responsabilidade.

 

Inclusive a situação degringolou, quando o próprio Jean Paul foi comunicado pelo atual presidente do BNDES teria sido sondado para assumir o seu posto naquela empresa e que ele, o Mercadante teria dado sinal verde para essa novo empreitada, os jornais de maiores circulações deram em manchetes esse assunto que é recorrente na mídia em geral.

 

Se a cabeça do presidente da Petrobrás está a prêmio somente ele e o presidente Lula podem responder por essa situação que é até normal para o atual governo. A situação do ministério da Saúdo com a ministra Nísia Trindade foi silenciada por R$ 8,5 bilhões, exigência do Centrão para continuar tolerando a atual ministra da Saúde, parece pouco dinheiro, porém é uma vergonha para quem finge ausência de corrupção.

 

E assim nós vamos vivendo de desamor cercados de ódio por todos os lados, é necessário que o atual governo se conscientize que as eleições passadas, assim coma as águas, não movem moinhos, é precise que alguém assuma definitivamente o atual governo, de fato e de direito, para que possa se dado um norte em direção a qualquer objetivo, mas que ele exista para sobrevivermos em paz.

 



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista

 

 

44 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page