top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

O Governo é recidivo no Arrozbrás e revival nas suas intervenções









Velhos vícios, trapos remendados                   29/05/2024

 


O governo Federal erra duplamente, o primeiro erro foi querer interferir no mercado e inventar de importar arroz, 1 milhão de toneladas, para suprir o mercado nacional, caso o abastecimento viesse a ser afetado pela crise climática do RS, ele foi precipitado e inconsequente, colocando o carro na frente dos bois, o Estado do RS já tinha colhido 85% da sua safra, o prejuízo poderá vir no próximo ano.

 

O Governo não deve disputar um mercado, em qualquer situação, se colocando como concorrente, no caso, dos arrozeiros, pois, ele não tem nenhuma experiência e ou tradição de mercado, as consequências negativas são graves e desastrosas, denotando apenas como casuísmo, iminente propaganda eleitoreira e oportunismo, mormente quando a venda vem acompanhada da marca desse governo decrépito.

 

O segundo erro, esse de origem fundamentalista, querendo impor uma concepção indo de encontro da opinião pública que se encontra literalmente contrária a famosa saidinha das penitenciárias em dias festivos, com argumento da reintegração do sentenciado com a sociedade e seus familiares, trata-se de um tema polêmico, porém de um preceito já absorvido pela sociedade e suas tradições.

 

A derrota dentro do Congresso Nacional, com os vetos presidenciais, certamente acarretarão prejuízos incontestáveis, muito embora o próprio governo Lulopetismo não admite seu fracasso, quando erra, e já tem um culpado, seu líder, senador Randolfe Rodrigues, sem partido, sendo sacrificado pela falta de habilidade por não ter habilidade para reverter uma situação tida como absolutamente certa.

 

Um sintoma que vem respaldar minha opinião foram as falas e narrativas do deputado José Guimarães (PT), líder do governo na Câmara, consternada com a derrota do seu governo na Casa, vem pedir mudanças do seu partido, com trocas de material humano, esquecendo ele que a sua saída seria prioritária desde que ele não vem justificando o cargo que ocupa, ficou mal sair atirando sem direção.

 



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista

 

 

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page