top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

O furibundo e insciente ministro Flavio Dino não é digno do cargo que ocupa













Novo governo velhas práticas 07/05/2023




A aleivosia praticada no exercício do cargo faz do nosso ministro da Justiça e Segurança Púbica uma das maiores Fake News praticadas no atual governo. Trata-se de uma pessoa que já tenha exercido o cargo de Juiz Federal e Governador de Estado, portanto, posições de relevância na estrutura administrativa em nosso país, porém sua empáfia não lhe confere tamanha aptidão, nem mesmo o cacoete para preencher o cargo que ocupa atualmente.



Não sei se para se apresentar como uma pessoa popular, o que consegue com seu intento é se tornar uma figura populesca, com um vocabulário distante daquele que normalmente o cargo exige para se manter dentro de uma ritualística minimamente republicana, sem nada acrescentar ao nosso vernáculo, uma verdadeira tragédia para o nosso Judiciário e a nossa Democracia, ele que agradece a Deus por ser Comunista, verdadeira empáfia.



O fato dele, Flávio Dino, invocar e evocar, ao mesmo tempo, o STF, em caso de o Legislativo não aprovar o PL das Fake News, o próprio ministério da Justiça, assim como o STF tem como colocar em prática esse intento, não sobrando a oposição brasileira qualquer possibilidade de impeditivo. Portanto, ficando evidenciado a iniciativa do atual governo de colocar em prática seu projeto de governo escondido no discurso Democrático, mas de cunho Comunista.



Enquanto a polarização se espraia em nossas vidas, somos obrigados a suportar essa administração ignara, de propósitos duvidosos, sem nenhuma iniciativa condizente com a finalidade produtiva, trazendo benefícios à sociedade, ficando apenas essa lenga lenga com conversa fiada, como se fora conversa de botequim, sem argumentos de fomentação cultural ou produtiva, estamos caminhando para meio ano de paralização governamental.


O nosso Congresso Nacional simplesmente sequestrou as pautas que deveriam nortear esse primeiro ano de, com projetos menores e sabujice incrementado pelos dois presidentes das duas Casas, a Câmara e o Senado, tentando cada qual se sentir mais poderoso, ficando o Brasil a mercê da boa vontade de um governo, o Executivo, corruptor, tentando administrar com práticas passadas, compra de votos com dinheiro e favores fornecidos aos meliantes de plantão.


Enquanto ficamos vendo a banda passar tocando a música dos desvalidos, assistimos nosso presidente, em terras alheias, agora na Inglaterra, passando vergonha, com seu bloco dos gastões, usufruindo do erário público, ficando em hotéis de primeiro mundo, com o dinheiro suado do terceiro mundo, sem nenhum controle ou desconfiômetros, verdadeira palhaçada de quem não tem responsabilidade nenhuma com o dinheiro alheio. Isso também é um fato desonesto.






Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista
























































3 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page