top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

“O amigo do amigo de meu pai” uma citação inesquecível












Velhos vícios, trapos remendados                   23/05/2024

 


A operação Lava Jato continua em evidência e continuará a ser referência por tudo que ela representou para um período histórico da política brasileira, com todas as controvérsias e questionamentos pela atuação, principalmente do Juiz, na época, Sergio Moro, tivemos a atuação de um juiz que atuou com determinação e coragem, condenando figurões da política tidos como intocáveis até então.

 

Disposto a reescrever a história da Lava Jato, o ministro Dias Toffoli devia ter se colocado na qualidade de suspeição, dado todo o envolvimento que com seu nome, considerado pelo próprio Marcelo Odebrecht, da antiga Odebrecht, como o “amigo do amigo de meu pai”, na sua delação premiada, além das profundas raízes do ministro com o governo do qual foi advogado do partido de sustentação, o PT.

 

Depois de tantas delações, com dinheiro devolvido aos cofres públicos, se isso não for suficiente para provar os malefícios provocados pelos operadores das condutas nada Republicanas, pelos corruptos e corruptores, fica até difícil entender o que é certo e o que é errado, depois das anulações feitas pelo ministro Toffoli em favor da Odebrecht e seus sócios, doravante vamos encontrar dificuldades para se entender o que é a corrupção.

 

Na outra ponta, o atual senador Sergio Moro teve sua inocência ratificada pelo STE, muito embora essa sentença ainda poderá ir ao STF e lá não sei se o Sergio Moro terá o respaldo daquela Corte, para os entendidos se for uma decisão técnica a sentença será mantida, entretanto se tiver algum cunho político a solução será de difícil acerto, ainda acredito que a Corte maior é de expressão moral.

 

É chegado o momento que as autoridades voltem ao leito normal dos seus rios de atuações, cada setor operando dentro daquilo que a Constituição determine, nada de interferências de um Poder sobre os outros e que a segurança jurídica, definitivamente, volte a ser o novo normal, nada de subserviência e nem de apelações infundadas e que todos lutem por um Brasil maior e melhor.

 



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista

 

 

2 visualizações0 comentário

Komen


bottom of page