top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Na posse de Lewandowski parecia até País de primeiro mundo ou Metaverso











Velhos vícios, trapos remendados                   01/02/2024

 


Os discursos proferidos pelas autoridades responsáveis pelos discursos de apresentações, incluindo, claro, do presidente do STF, ministro Luiz Roberto Barroso, e do presidente da República, Lula da Silva, parecia até dissertações de um país utópico, talvez até de um assunto Metaverso com descrições de avatares nunca antes enumerados com tanta poesia ente nós simples mortais.

 

A única certeza que ficou pairado no ar foi que o STF, com Flávio Dino, está mais vermelho do que antes, a presença de Ricardo Lewandowski no ministério da Justiça e Segurança Pública, deixa patente essa realidade que aos poucos o Judiciário toma a forma e o conteúdo da Esquerda brasileira, cujos temas de relevância na atualidade é uníssono comparativamente ao Executivo, tamanha similaridade com aquele Poder ajoelhado aos pés dos 11 semideuses.

 

Confesso que, como brasileiro e patriota, fiquei constrangido de ouvir tanta demagogia explicitada em tão pouco tempo, vinda de pessoas que até então nos inspirava tanta confiança e por quem devotávamos tanto respeito. Foi profundamente lamentável aquela sessão, diria até antidemocrática, por tantas inverdades ali apresentadas, como se efetivamente os nossos Poderes fossem independentes.

 

O presidente do Congresso apresentou um tema que não existe mais com sua presença na presidência daquele Poder, hoje o nosso Congresso é motivo de chacota até pelos brasileiros mais simples e humildes, até de frouxo ele, Rodrigo Pacheco, foi assim considerado por um presidente de partido, no caso, Waldemar da Costa Neto (PL) situação humilhante para quem exerce um cargo tão importante.

 

O presidente Lula da Silva, Executivo, foi mais pontual, na sua cantilena de sempre, hoje ele comanda um país, Brasil, com todas as condições positivas, números favoráveis, crescimento total, ao contrário da administração anterior, leia-se, Jair Bolsonaro, no seu afã de ser considerado um exemplo a ser seguido ele não esquece do seu antecessor, ele vai terminar seu mandato sem saber que seu mandato está em curso. LAMENTÁVEL!!!

 

 

 



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista

 

 

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page