top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Não será pela presença do ministro Flavio Dino que vamos vilipendiar o STF










Velhos vícios, trapos remendados                   23/02/2024

 


O presidente da República, Lula da Silva, abriu um sorriso largo e profundo com a indicação do hoje ministro do STF, Flavio Dino, a membro daquela casa, que devia cuidar da segurança jurídica da nossa Constituição, porém com a presença do novo componente fica convencionado que o último degrau para degradação humana, foi alcançado e a presença do comunismo, definitivamente, faz parte do mais nobre reduto jurídico brasileiro.

 

Não que a pessoa do ministro seja indigna, o seu alinhamento político e ideológico é que o faz diferente daquilo que imagina um Democrata quando se trata da mais nobre Casa e Poder, representando o Judiciário nacional, que em conjunto com os outros dois Poderes, Executivo e Judiciário, sempre tiveram de nós brasileiros o melhor conceito e respeito pelos seus membros.

 

Infelizmente os tempos mudaram, com eles a qualidade humana que tem ocupado aqueles espaços já não lembram as composições passadas. O executivo tem no seu comando um comunista confesso, observado nas suas palavras, até indecorosas, quando o assunto é o apoio que ele vem dando aos países comandados por companheiros ditadores e majoritariamente comunistas.

 

O Legislativo é composto por representantes de todos os segmentos da sociedade, não tem como evitar a participação da ala comunista e socialista, caso contrário não seríamos um País Democrata, mesmo que relativa, de conformidade com palavras do próprio presidente, atual, da República. Só não podemos permitir, através do voto, que eles venham ser maioria dentro do Congresso.

 

O Judiciário como é formado por indicação do presidente da República e confirmado pelo Senado Federal, e as últimas indicações foram à maioria por governos da Esquerda, Lula e Dilma, era de se prever que a situação atual não seria diferente. Com essa situação imposta pelas circunstâncias governamentais é preciso que lutemos para que recuperemos a hegemonia para a Direita.

 

Se analisarmos friamente, não devíamos estar falando desse tipo de tendências, entretanto, é de se convir que a própria postura dos ministros do STF, foi que provocou esse questionamento, se eles tivessem ficados alheios aos microfones e câmeras que fazem parte do cenário do plenário do próprio STF, a situação não teria degringolado tanto, mas essa exposição indevida dos ministros foi simplesmente inconcebível.

 

Antes dessa desarrumação, e a interveniência da política no judiciário não ocorria essa mistureba até delituosa com colocações de ministros fora dos autos, pode não ser ilegal, entretanto, pelo zelo e acuidade é danoso as partes, podendo haver algum vazamento de informações com prejuízos para alguém, antes nada disso acontecia, pois havia uma privacidade maior no ambiente judicial.

 

 

 



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista

 

 

3 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page