top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Muita gente imagina que a senectude não tem sua vantagem








Novo governo velhas práticas 13/07/2023



Acredito até que alguém possa imaginar que depois dos 70 fiquei completamente despirocado, confesso que, também, pensei nessa hipótese, tamanha foi minha surpresa ao constatar que mudara de forma absoluta quando na comemoração do meu último aniversário. Depois dei o fato como consumado, parecia até que tinha caído um peso dos meus ombros, na sequência, restabelecida a realidade me mantive firme e caminhei pelas mesmas trilhas.



Encarando a nova realidade, parece até que você muda de corpo quando as crianças trocam de adjetivo ou até mesmo substantivo para lhe cumprimentar, mesmo os adolescentes passam a lhe tratar de maneira mais carinhosa, por que não aceitar um tratamento tão elegante e jactancioso, fui aprendendo rapidamente que você expressa o seu verdadeiro eu na sua fala, caminhar, até mesmo no seu corte de cabelo e principalmente no que você escreve.



Esse preâmbulo foi para fazer um comentário por alguns fatos que parecem pequenos quando citados individualmente, entretanto quando juntados a outras intercorrências normalmente toma conotações bem diferentes. Essa semana está primorosa nesse aspecto; as pessoas estão preocupadas, pois estamos nos tornando um país envelhecido, o mais curioso é que um país nunca fica velho para se tornar um vencedor, talvez esse seja o real motivo da insatisfação.



À verdade é que em um país que aposentados são sempre superiores à massa produtiva, portanto, aquela que efetivamente contribui para a arrecadação e pagamento dos custos do Estado brasileiro, incluindo aí os subnacionais (Estados e Municípios) claro que é uma situação que precisa ser regista com ampliação dos incentivos ao crescimento populacional, revertendo os índices, procurando tirar o país de um futuro atoleiro financeiro com possibilidades reais de se criar um clima desfavoráveis para as próximas gerações.



Outra situação de difícil entendimento foi o comportamento do tenente-coronel Mauro Cid, convidado a depor na CPMI, 08 de janeiro, com o favorecimento dado pelo STF, para se portar calado, naquilo que lhe apetecesse, simplesmente foi humilhado com as sequências de perguntas, cujos elementos de interrogação já sabiam que o silêncio seria sua resposta, nem mesmo o presidente da mesa se atentou para o detalhe que ali estava havendo uma sessão de tortura, o que é um crime.



Em uma outra interrogação, agora na Polícia Federal, o ex-presidente Jair Bolsonaro, atendendo ao convite formulado foi depor, ainda por conta de uma possível possibilidade de tentativa de golpe, imaginado por um senador delator para o STF, em uma reunião com o próprio ex-presidente e um outro deputado, esse último já cassado. Eu não entendo como a Polícia Federal com toda sua inteligência e respeito se passa para pagar esse tipo de mico.



Finalizo com uma referência ao texto anterior, quando eu falava da anulação das escolas infantis Cívico-Militares, despeita do atual governo por ter sido criados no governo anterior, Jair Bolsonaro, o que importa é que três Estados da federação, já se manifestaram e vão manter as escolas em operação, mais ainda, vão ampliá-las, os Estados são: São Paulo, Paraná e o DF, Estados que têm em seus governantes a estrela guia da sapiência e dignidade. Isso é um fato.






Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista








































































6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page