top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Educação uma prioridade de toda sociedade






O fato sem politicagem 13/02/2022



Lendo o artigo “Liberdade e Fraternidade” do Cardeal-Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, publicado no Jornal O Estado de São Paulo (Espaço Aberto, de ontem, 12/02/2022) senti uma necessidade premente de toda sociedade se inteirar da precária situação em que nos encontramos na área educacional. Em uma verdadeira cruzada.


A igreja Católica sempre esteve presente na área da educação em nosso país, desde o descobrimento, com a chegada dos Jesuítas, na alfabetização dos nativos e dos exploradores da nova terra, nessa longa caminhada sua importância foi de muita relevância foi fundamental, desde o ensino fundamental até o terceiro grau, ou superior.


No ensino superior destacamos a (PUC-SP) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, instituição católica de ensino superior privada e brasileira. Ela é mantida pela Fundação São Paulo (FUNDASP) Presidida pelo Grão-Chanceler da Universidade e vinculada à Mitra Arquidiocesana da cidade de São Paulo. Outras organizações católicas existem no Brasil.


Na área da educação outras religiões também têm dado sua contribuição, principalmente no nível superior, situada em São Paulo destacamos a Universidade Presbiteriano Mackenzie. Ela é uma instituição de ensino superior privada, filantrópica e confessional, como mantenedor o Instituto Presbiteriano Mackenzie, de fundamental importância na nossa educação.


Outros institutos participam do nosso crescimento cultural acrescido pela participação dos governos Federal, estaduais e Municipais, além da iniciativa privada, se integrando ao conjunto educativo com o início dos governos militares. Reconhecemos que nos últimos três anos o governo federal tem mantido uma distância condenável e condenada nessa área.


Com o esforço que a Igreja Católica fará, neste ano de 2022, com o estímulo do próprio Papa, palavras de Dom Odilo, mais o fracasso acentuado pelo Coronavírus, na educação dos nossos estudantes, com as aulas presenciais suspensas em 2020/2022, quero entender que o Governo Federal venha fazer esforço maior nesse contexto.


Nesse período de impacto negativo as nossas crianças de 6 a 7 anos que não sabem ler nem escrever apresentaram um crescimento vergonhoso de 66%, esse número representa, além da pandemia o descaso que o setor educacional vem sofrendo pelo governo Bolsonaro, a educação impacta diretamente na formação e desenvolvimento do caráter do homem de amanhã.


A educação reflete diretamente em outras dimensões, além do treinamento e orientação pedagógica, portanto ela não se encerra em si. Ajuda no desenvolvimento das pessoas no exercício da sua liberdade, interagindo o Ser com a sociedade, possibilitando o seu crescimento social e cultural além de ajudar nas suas conquistas sociais e financeiras.


É chegado o momento que tanto o Legislativo como o Judiciário, também, façam parte dessa força tarefa colocando luz solar no Executivo, caso não seja por conta de alguma ação externa, e com o Bolsonaro no comando do Executivo, a situação só tende a piorar e teremos mais 1 anos de sofrimento, angústia e sofreguidão na educação, além do retrocesso.




Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista



7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page