top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Deu caroço no angu servido no convescote entre Executivo e Legislativo








Velhos vícios, trapos remendados                   27/04/2024

 


Parecia até uma trégua duradoura entre o Executivo e o Legislativo, com a intermediação do incansável ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afeito a cortar arestas provocadas pelo inconsequente presidente da República, Lula da Silva, que só tem criado desacertos entre os Poderes com sua atuação deplorável no que tange às tratativas entre eles, algo tão bem administrado em governos anteriores.

 

O que verificamos é que falta alguém com verdadeiro equilíbrio dentro do Executivo, que possa colocar ordem e determinação em tudo que emana daquele Poder, infelizmente tudo que tem passado pelas mãos do atual presidente e que precise ser sequenciado junto aos demais Poderes corre o risco de ser simplesmente transmutado e não ir a lugar nenhum.

 

Isso acontece por falta de tato no atual presidente da República, que só tem cometido gafes, tanto interna como externamente, é o momento de ser nomeado um porta voz, como existia na época dos governos militar, proporcionando uma serenidade digna de respeito e com ações propositivas inigualáveis, do jeito que está não pode ficar, ou a situação degringola definitivamente.

 

A última intromissão do Executivo contra o Legislativo diz respeito das desonerações da folha de pagamento de prefeituras e 17 setores da economia, o caso foi judicializado pelo Executivo provocando uma distonia funcional, comprometendo, inclusive a reforma tributária que vinha correndo tão bem e que pode sofrer danos irreparáveis, com consequências para o público em geral.

 

Enquanto o Congresso trabalha pela desoneração da folha de pagamento, o Executivo tenta impor sua colocação de suspendê-la, com finalidade exclusiva de arrecadação não atentando o custo político que essa imposição vai trazer ao relacionamento entre as duas Casas, que não é dos melhores, com essa implicação o governo Lula poderá ficar mais distante de um consenso entre eles.

 

Nós já temos tantas coisas que desautorizam qualquer desavença na Praça dos Três Poderes que essa insensatez devia ser evitada, nada melhor que uma reunião conciliadora, colocando panos quentes nessa sofreguidão que dilacera o corpo e alma de todos nós brasileiros, o que é mais difícil de assimilar é que qualquer que seja o resultado, nós os pequenos é que vamos sentir no bolso o resultado final.

 



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista

 

 

1 visualização0 comentário

Yorumlar


bottom of page