top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Contra os estragos da natureza só paciência e ações corretivas





O Fato Sem Politicagem 29/12/2021



No decorrer deste ano a natureza se fez presente, indignada, com o tratamento que vinha sendo dado pelos brasileiros inimigos da justiça e da manutenção aos valores naturais, herança que vinha sendo usada como moeda de troca, pelos incautos, para uso e fruto dos seus caprichos e desejos venais, implicando na devastação dos seus verdadeiros recursos.



Com a chegada da nova estação, aproveitando nossa fragilidade e sabendo que temos receio das suas precipitações pluviométricas, ademais, suas chuvas inconstantes, porém volumosas, nos traz, sempre, prejuízos e inseguranças aos que moram mais próximos às marginais de rios riachos e até mesmo nas encostas de morros, em grandes centros e Capitais.



Todas essas informações, juntas e aliadas ao mau humor do nosso ecossistema alguns Estados da Federação vêm sendo afetados com o excesso de chuvas, fazendo transbordar rios e riachos, desalojando moradores em seus entornos, com prejuízos concretos com perdas de móveis, utensílios e mantimentos, como víveres e produtos de sobrevivência.



Não podemos esquecer de registrar imóveis que foram derrubados por força das águas que invadem cidades e lugarejos, sempre procurando retomar o espaço original dos seus leitos. Em alguns Estados, onde ocorre essa tragédia humana, e em algumas cidades vidas humanas já foram perdidas, há notícias que chegamos ao número de 20 vidas perdidas,

.


Essas 29 vidas referem-se ao Estado da Bahia, o número de desalojados já supera as 300 mil vítimas. A situação chegou ao nível mais crítico com as chuvas dos últimos dias, quando foi formada uma força tarefa com a participação do governo federal, estadual e municipal, além da sociedade civil que vem procurando oferecer apoio moral e material com doações.



Essas doações têm trazido um alívio muito grande para as comodidades atingidas pelas águas, inclusive os empresários de várias regiões têm oferecido sua ajuda efetiva, lembrando que grande número de Estados nordestinos oferece sua cota participação, mesmo tendo sido atingido pelo drama das águas, assim como tem sido com São Paulo e Minas Gerais.



É bom ressaltar que essa ajuda fica sendo direcionada ao Estado da Bahia, entretanto é bom alerta que não custa lembrar dos afetados de outros Estados que precisam de ajuda, mesmo em menor escala, porém há escassez em regiões atingidas e pessoas com privações sendo castigadas, é o caso do Tocantins e parte de outros Estados.



Nesse momento, mesmo o Natal já tendo passado, o espírito natalino e solidário ainda permanece no brasileiro. O bom mesmo é que nossos irmãos não necessitassem de ajuda, infelizmente não é essa nossa realidade. A impressão que fica é do desaparecimento da politicagem nessa hora, o que é uma ideia aplausível e elogiável, afinal, podemos discutir, brigar jamais.


Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista











9 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page