top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Conforme Pantera, no Brasil, até para nascer cachorro tem que ter sorte









Novo governo velhas práticas 17/03/2023




Tenho o hábito de, estando sozinho, ler em voz alta, dentro do meu escritório e em companhia da sempre atenta Pinscher, denominada de Pantera, ela sempre atenta aos textos, mesmo não falando ela se comunica comigo com o olhar acusativo, ou permissivo. Nesses últimos dias ela tem se comportado de forma crítica, tanto é que ela me transmitiu a ideia de que, no Brasil até para nascer cachorro tem que ter bastante sorte.



Ela, praticamente, remeteu-me ao começo da manhã quando estivemos andando na praça do Canhão, lugar de caminhadas matinais, principalmente dos mais experientes. Nesse ambiente de troca, também, de informações caninas e é, exatamente, nessas horas que sentimos quando o animal se sente prestigiado, ou não, pelo seu tutor. Hoje me aparece outro Pinscher (masculino) denominado de Gigante, confesso que juntando os dois não passam de (50) centímetros.



Observei que a minha parceira de caminhada (Pantera) continuava com o semblante tenso, pensei ser resultado da minha leitura matinal, antes da minha caminhada com ela, estive lendo muito sobre os últimos acontecimentos e as informações nacionais davam conta de muita violência humana, com manifestações locais, a situação de extrema calamidade, provocada, pela baderna, dos comandados pelo SDC (sindicato do crime) do RN.



Depois do retorno da esquerda Lulopetista, ao Governo Central, se já estava difícil de viver antes do retorno do PT ao Poder, imagina agora com a presença desse Partido Político, contando com a simpatia do Judiciário, maior empatia dentro do STF, alinhado plenamente com o Congresso Nacional, contando ainda com o apoio incondicional da Imprensa tradicional, não conservadora, ainda, tendo como simpatizante cartéis do crime.



Antes das eleições o presidente eleito, Lula da Silva, visitou um morro do Rio de Janeiro, considerado reduto dos narcotraficantes, para piorar a situação, o atual ministro Justiça e Segurança Pública, nessa última semana, lá esteve, cujo assunto discutido com os chefes dos criminosos não se sabe ainda, deixando o brasileiro apreensivo pela originalidade, nunca antes nesse país houve tanta aproximação dos traficantes com os Poderes Constituídos.


Na contramão da história, o ministro do STF, Alexandre de Moraes, determina o retorno do governador afastado do DF, Ibaneis Rocha. As pedras que estavam fora do lugar, vagarosamente retornam às suas posições originais, claro, aquela mais reluzentes e que não fizeram plantão na porta do quartel em Brasília, ou passou pela Praça dos Três Poderes dia 08 de janeiro último, se você por acaso passou por lá é um sujeito sem resquício de sorte, poderá ser preso.



Essa é uma perspectiva surrealista, só pode acontecer na cabeça de um jornalista de posições especulativas e investigativas. No Brasil, voltando ao tema de sorte da minha Pinscher, acrescento que para viver bem, é preciso mais que sorte, há a necessidade de você ter padrinho dentro dos Poderes constituídos, não há necessidade de você ter uma capacidade extraordinária, você sendo amigo do Rei, a possibilidade de ser ministro é real. Imagine cargos menos expressivos. Isso é um fato real!





Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista
























































33 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page