top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Brasil o país da provisoriedade fica cada vez mais obnubilado com o retorno da Esquerda













Novo governo velhas práticas 05/07/2023



Somos um país de 203 milhões de brasileiros mergulhados em um mar de incertezas, sem nenhuma certeza que no curto ou médio prazo nossas mentes serão destoldadas considerando a grande defasagem que há entre a necessidade premente de seguirmos um norte firme em direção de uma Democracia plena e os descaminhos apregoados pela Esquerda malévola que ora ocupa, principalmente o Executivo brasileiro.



Em parceria negociada, dando sustentação ao Governo Central, o Legislativo, usando de prerrogativas nada republicanas, tem feito uma política com obtenção de recursos repassados aos seus membros que fazem parte do famoso Centrão, coadjuvado pelo presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, tido como verdadeiro sequestrador dos Poderes do Executivo, trazendo sob seu jugo toda e qualquer iniciativa que o Executivo tente operar.



Se o governo anterior foi julgado pelo orçamento secreto, o atual faz as claras suas negociatas, não só negociando valores, com distribuição de verbas aos mecenas do Congresso, como oferecimento de cargos em vários escalões da administração pública, infelizmente, temos hoje o Congresso Nacional como um mercador de ilusões, é triste, mas é real e absolutamente operativo desde dia primeiro de janeiro, com o retorno do Lulopetismo ao comando do Governo Federal.



O mais decadente para um país é seus cidadãos não se sentirem representados tanto no Executivo como no Legislativo, o presidente Lula da Silva, ganhou as eleições com um discurso totalmente diferente das políticas que ele vem praticando, totalmente voltado para implantação do Comunismo nas nossas Américas, tem se tornado enfadonho com suas falas toscas, em apoio aos ditadores da América do Sul, sendo, inclusive, admoestado pelos seus pares no Mercosul.



A insistência do presidente, Lula da Silva, em querer negar o presidente Venezuelano, Nicolás Maduro Moros, como um ditador com tantos crimes cometidos durante seus governos e por isso, sendo procurado fora do seu país como um narcotraficante, por esse e outros motivos, tanto o presidente do Uruguai como do Paraguai, Luis Alberto Aparicio Alejandro Lacalle Pou, e Mario Abdo Benítez, respectivamente, simplesmente humilharam o Lula da Silva, no Mercosul.



Enquanto o nosso Legislativo tenta um acordo entre seus membros para agilizar a aprovação da reforma tributária, com pressão muito forte de Estados e Municípios, o Judiciário do Estado de Goiás (TJGO) amplia regalias e salários podem chegar ao desarrazoado valor de R$ 170 mil mensais, quando o teto constitucional é de R$ 41,6 mil mensais, para juízes e Procuradoria, ferindo o princípio da moralidade. Isso é um fato triste e lamentável.





Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista








































































5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page