top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Assumir responsabilidades é para poucos (20/07/2021)




O Fato Sem Politicagem 20/07/2021


A situação de pânico em que entrou a base governista por conta da aprovação dos R$ 5.7 bilhões para a campanha eleitoral do próximo ano, com anuência silenciosa dos Bolsonaristas colocou uma saia justa no presidente Bolsonaro, que agora tem uma escolha de Sofia em suas mãos, se vetar o artigo comprará uma briga com o Centrão, seu principal bloco de apoio; se aprovar vai ficar desgastado com os políticos que não querem esse assunto como auxiliar na campanha.


Piorando tudo, Bolsonaro, como sempre faz quando não quer assumir um problema, joga para alguém que esteja na plateia, o assunto dos R$ 5.7 bilhões foi jogado no colo do vice-presidente da Câmara Federal, o mesmo que em situação de substituição ao titular, Arthur Lira, pode simplesmente desengavetar qualquer pedido de impeachment, contra Bolsonaro, criando uma verdadeira tragédia política na vida tão conturbada do presidente da República.


Tem situações que é preferível nem mesmo comentar favoravelmente, as palavras lançadas ao ar, nesse momento de conflitos e confrontos na vida pública nacional, ganham contornos inimagináveis, para quem vive travestido de Judas em praça pública, sendo açoitado, diuturnamente, pela oposição, o ideal teria sido Bolsonaro ter aproveitado essa reclusão forçada, em um leito hospitalar e ter meditado um pouco pelo muitos erros cometidos por ele, nessa sua gestão escabrosa.


Surge uma luz no fundo do poço, o próprio Centrão já trabalha para que os valores para costeio da próxima campanha gire em torno de R$ 2.5, até R$ 3.5 bilhões. Considerando que seja uma redução significativa, mesmo assim esses números representam uma realidade fora da curva brasileira, não há espaço financeiro nem clima político e moral para se tirar da vida dos brasileiros valores para serem investidos em políticos que nem mesmo, uma grande parcela, representa o eleitor.


Outro assunto que começa a ser difundido na imprensa é a possibilidade do Estado de São Paulo vir a aplicar uma terceira dose da vacina contra o Coronavírus, independente de qual marca for, trata-se de uma hipocrisia; ainda não vacinamos os 70% dos brasileiros para criarmos uma barreira e já estamos conjecturando uma hipótese para o próximo ano, longe de qualquer realidade imediata, temos que criar resistência na população e não sonhar o ideal fora de propósito.


É louvável a preocupação dos governantes se preocupem com a população sofrida, mas o que ocorre em São Paulo é uma onda de politicagem do atual governador contra o presidente da República, tudo em função das próximas eleições, o que é uma canalhice consciente. É preciso que os governantes, antes de pensarem no bem estar pessoal, se dedicarem um pouco mais nos tão judiados habitante do nosso país, principalmente, os mais carentes.


Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista







18 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page