top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

As velhas raposas políticas icásticas já não são as mesmas













Novo governo velhas práticas 01/11/2023



Em ano pré-eleitoral o normal é que os velhos políticos comecem a se manifestarem em direção ao jogo político que se aproxima, mormente aqueles que costumam ter seus nomes citados como puxadores de votos, até mesmo como favoritos a determinados cargos, principalmente aqueles majoritários, caso específico para prefeito, que diz respeito ao pleito do próximo ano, isso era antigamente, o que temos hoje é uma quantidade enorme de jovens políticos sendo assediados.



Poucos são neófitos, a sua maioria é composta por vencedores em eleições anteriores com espírito de liderança observados pela percepção dos mais experientes, que por se sentirem desgastados, politicamente, sentem-se, forçosamente, a ter de declinar e apoiar alguém com reais condições de disputar o cargo e levar a melhor no fechamento das urnas, isso vem ocorrendo na Capital de São Paulo, com uma gama de pré-candidatos em desfile.


Entre as vedetes que buscarão o voto do eleitor indeciso temos candidatos de todas as correntes, o próprio atual prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB) sucessor de Bruno Covas, é um nome jovem que vem buscando apoio de várias lideranças, independente de ideologia, dentre elas consta a busca do apoio do ex-presidente Bolsonaro, como sempre, sem nenhuma definição esperando as águas baixarem para se situar melhor, ou até lançar candidato próprio.


O Partido dos Trabalhadores (PT) saindo da rotina não sairá com candidato próprio e dará apoio ao deputado federal Guilherme Boulos (PSOL), esse partido que é uma dissidência do próprio PT, porém estão sempre enrabichados, mormente quando o assunto é para defenestrar a Direita brasileira, é impressionante como a associação desses dois partidos resulta em uma porção de ódio contra a Direita, como resultado chega a ser incomensurável.


Como se dizia antigamente, um verdadeiro casamento de onça com raposa é o apoio, já declarado, do vice-presidente da República, Geraldo Alkmin (PSB) ao nome da Jovem deputada federal, Tabata Amaral (também PSB) nesse caso confesso que não sei se mais atrapalha que ajuda, depois da saída do Alkmin do PSDB, seu capital político ficou temerário, suas últimas tentativas, exceto para vice, foi um verdadeiro fracasso.


O ex muitos cargos, inclusive vereador de São Paulo, já foi do PSDB, Andrea Matarazzo (PSD) é apontado como um provável candidato caso ele retorne ao PSDB, pois seu atual partido é situação no atual governo, ficando alijado de se lançar candidato e concorrer com atual prefeito, ele que já é um veterano de várias candidaturas foge, portanto, do perfil dos atuais pretendentes ao cargo de prefeito de São Paulo, até a definição dos nomes muita água vai passar por baixo da ponte.





Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista










































































2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page