top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

Arroz uma pendenga de muitas vertentes de efeito peremptório












Velhos vícios, trapos remendados                   07/06/2024

 


Tem situações que devem ser evitadas para que não tragam desconfortos nos seus propósitos, o caso da importação do arroz tratado diretamente pela Conab, em nome do governo federal, cujo objetivo era suprir a necessidade do produto caso a perda da produção fosse substancial e viesse provocar uma inflação no mercado, o governo alegava e alega uma atitude de precaução para seu devido equilíbrio.

 

Não foi assim que o mercado entendeu e passou a criticar a atitude do governo, pois entende a cadeia produtiva do arroz, principalmente os envolvidos do RS, alegando que a produção desse ano já tinha sido colhida, pelo menos em 85%, o que representa uma folga, considerando que aquele Estado representa 70% da produção do arroz nacional, portanto, não havia necessidade de precipitações.

 

Como se diz popularmente, a pressa é inimiga da perfeição, depois do governo encomendar a importação de 1 milhão de toneladas do produto, foi feito um leilão de 263,37mil toneladas do grão, ao preço de R$ 1,31 bilhão. Consta como ganhadoras 4 empresas dentre as quais consta total falta de atividade no setor específico, acarretando uma série de desconfiança por parte da população.

 

A Conab alega que até o deposito a ser feito pelos ganhadores, de 5% dos valores cotados, vai ser verificado seu verdadeiro potencial e lisura para a entrega do produto, sem prejuízo para o Estado brasileiro, ocorre que uma delas, a que arrematou a maior fatia, 147,3 mil toneladas, ao preço de , ao preço de 736,2 milhões, é de Macapá (AP), ao todo, a Wisley A. de Sousa Ltda (mercearia de bairro).

 

No mesmo dia do anúncio do leilão, a empresa alterou seu capital social para R$ 5 milhões, deixando de ser uma microempresa (informações da junta comercial do Amapá). Ressaltando que esse valor é aquele que juridicamente o fornecedor é responsável em caso de apelação judicial, acima disso fica a descoberto, são implicações que têm que ser vista antes de qualquer formalidade.

 

Não estou questionando a idoneidade da empresa, apenas acredito que seja temeroso habilitar uma empresa sem tradição no segmento pleiteado, sem nem mesmo um histórico que possa respaldar esse tipo de operação, elevando o nível de ansiedade. Estou sendo suscinto, não repassando outras informações dos demais ganhadores para não ser prolixo.

 

 

 



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista

 

 

2 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page