top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

A obsolescência dos Poderes constituídos












Novo governo velhas práticas 03/05/2023




No texto anterior, aproveitando o dia dedicado ao trabalho e trabalhador, fiz uma retrospectiva do ex-operário, Luiz Inácio Lula da Silva, quando eu afirmava que ele devia ter entrado para a história de forma honrosa e não ter se transformado nessa figura grotesca que se apresenta hoje, por onde ele passa, de forma até humilhante, para quem exerce o terceiro mandato na presidência da República de um país que ele ajuda na sua ruína.



Hoje, o Lula da Silva, não representa nem mesmo um retrato em preto e branco daquela figura que empolgava plateias, com seu discurso fácil, mesmo com mentiras impregnadas, de fácil assimilação aos ouvidos dos seus admiradores, o atual momento do presidente da República é no mínimo constrangedor, pela volúpia das mentiras indecorosas, da empáfia insolente e do desprezo que ele sente pelos seres humanos que transformaram sua vida.



Não obstante as evidências que esse tipo de situação não levará ninguém a lugar nenhum, o presidente Lula da Silva não se encontra isolado no Executivo, os demais Poderes constituídos fazem companhia na obsolescência das atitudes, diferentemente de um passado não tão distante, quando o respeito às nossas autoridades era factual, na nossa realidade presente convivemos com uma disputa para se apresentarem com a maior margem de erros.



Enquanto Lula da Silva do Executivo, prima na sua incapacidade de gerir a Nação, o Legislativo trabalha movido as benesses que o Poder oferece, em troca de governabilidade e o judiciário amplia o ódio compulsivo que nutre pelo ex-presidente, Jair Bolsonaro, em uma verdadeira engrenagem que só move e remove os sentimentos atrozes, de forma tão explícita que não há nenhuma desfaçatez para procurar condenar mesmo distante do cargo.



Esta semana em curso, tivemos uma sequência de bizarrices, praticadas pelo Legislativo, na condução do PL das Fake News, ou, cale a boca, projeto elaborado pela turma do governo contra as mídias sociais, cuja repulsa foi generalizada, com a oposição se mantendo firme contra esse opróbrio ao nosso Estado Democrático de Direito, disfarçado de defesa dos nossos jovens e crianças, coisa própria e pródiga aos que querem desvirginar nossa Democracia Plena.



Foram tantas as ilicitudes praticadas na tentativa de aprovarem essa lei desconexa, tantos anexos e adendos, verdadeira colcha de retalhos, nada incólume quando se é verdadeiro; o fato é que depois de se sentir vencido, a situação achou por bem, apoiado pelo presidente da Câmara Federal, depois de aprovarem a urgência do PL, foi obrigado a suspender a votação em andamento para ser submetida a uma nova batalha no plenário em data a ser programada.



Não sei ainda os motivos pelos quais, o STF, na figura do ministro Alexandre de Morais, manda fazer busca e apreensão em Jair Bolsonaro e mais 15 suspeitos de adulteração na carteira de vacinação do Bolsonaro, enquanto ele era presidente da República. Uma verdadeira caça às Bruxas, talvez uma crise de ódio, quem sabe até uma vingança incontida, o que não deveria ser em um país que se diz democrático. Infelizmente vivemos em um país do faz de conta. Isso é um fato ridículo.







Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista
























































3 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page