top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

A nova realidade após o Coronavírus(17/06/2020)


Como o brasileiro tem ficado aventando com pensamentos nefastos, as possibilidades de golpes, ou do Judiciário aliado aos políticos desconexos da extrema esquerda; e ou da estirpe da direita contaminados pelo pensamento prevaricato dos bolsonaristas, não havendo espaço para conjuminar ideias e propósitos menos abjetos e mais objetivos, em busca de soluções viáveis e concretas no combate ao mal que nos sufoca que é o Coronavírus, ficamos, todos, no meio de um fogo cruzado em consequência dessa empáfia ultraje e infame dos nossos governantes, por não dizer inconsequentes e irresponsáveis, tudo em nome do Poder.

Algumas cabeças menos poluídas e mais assertivas quando o assunto é desempenho e soluções em nome da justiça social, economia e resoluções sanitárias e médicas. Temos verificado que há um consenso manifestado no brasileiro comum, os nossos sérios problemas só serão resolvidos quando passarmos a trabalhar objetivamente na educação, distribuição de renda, com renda mínima, uma solução universal, e a total ausência de preconceito e racismo, processos ultrajantes, mormente para os homens que pregam liberdade igualdade e fraternidade, independente de raça, credo, posição social e ideologias.

Dessa forma, uma das regras básicas é nos voltarmos para o novo marco regulatório do saneamento básico, parado há dois anos no Congresso Nacional. Como é um assunto que não resulta em lucro político, trata-se de grandes obras e que não aparecem, melhorias sanitárias com investimentos no subsolo urbano, sem a menor visibilidade para o eleitorado brasileiro, por conseguinte esse assunto tem ultrapassado gerações, hoje temos um país com 50% da população sem serviço de esgoto tratado e 20 de água potável.

Para recuperarmos o tempo e para universalizar os serviços de água e esgoto temos a necessidade de investimentos reais na ordem de R$ 500 bi. Como temos um país devastado, financeiramente, principalmente agora no meio dessa crise mundial, o investimento privado se faz necessário e em caráter emergencial. Havia compromisso dos nossos governantes com esse valor atualizado, haverá consonância de propósito e objetivo traçado, no entanto, esse prazo deverá ser prorrogado até 2037. Outrossim, se formos substituir tubulações remanescentes teremos que aplicar mais R$ 17 bi anuais e até o novo prazo limite.

Como o nosso comercio varejista vem se atrofiando a cada mês, apenas para termos uma ideia, no Brasil, as vendas efetivadas pelo comercio ocorreu uma queda de 16,8%, em abril ante março. Se considerarmos o varejo ampliado, incluindo automóveis e materiais de construção, a perda foi maior considerando o mesmo período.

Em São Paulo, o maior mercado consumidor brasileiro, a situação é mais dramática, quando tratamos das consultas para vendas a prazo e à vista, a venda teve um recuo de 67%. Os observadores e analistas econômicos já estabelecem uma queda de 7,5% em 2020, isso para os otimistas, o que nos deixa muito preocupadas.

Considerando os desempregados e os que por alguma razão não procuram emprego temos uma população ociosa de 36,6 milhões de habitantes, com o agravante, no retorno das atividades industriais e comerciais, há uma previsão de muitas vagas de empregos serem fechadas, nesse caso, que serão muitos, além dos empregados perderão a oportunidade de manter seus empregos, vai haver outra demanda de outros ociosos que são os empregadores pequenos, ou micros, agora sem trabalho efetivo, tudo isso gera desconforto para o povo brasileiro.

Para quem não sabe, a China representa hoje o nosso maior parceiro no agronegócio com commodities ficando em primeiríssimo lugar, ainda há pueris no governo que ficam brincando com a nossa precária realidade, fazendo ofensas ao governo chinês como se eles dependessem de nós, há, sim, umas necessidades e interesses recíprocos e verdadeiros, cujas bases de respeito e consideração devem ser mantidas.

Além de mantermos nossa atual margem de negociações com nosso parceiro, mais comprador como vendedor, ressaltando o nosso maior índice de vendas, nos ajudando na balança comercial, principalmente nessa hora de vacas magras e pouco dinheiro em caixa. Não podemos esquecer que a China é um dos países que querem investir no nosso saneamento básico, precisamos escrever mais alguma coisa?


Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista




0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page