top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

A incongruência na política brasileira é uma realidade






O fato sem politicagem 03/07/2022



Nunca antes no Brasil se viveu com tanta hipocrisia na política como temos vivido nos últimos tempos. A situação só piora quanto mais o tempo passa e se aproxima as eleições de outubro se acelera o processo de quanto pior melhor; os partidos perderam a noção dos limites há uma verdadeira profusão de discursos aleatórios, sem pé e sem cabeça, palavras ditas ao vento, sem endereço e sem nexo, cujo objetivo é o abstrato e a inconsequência.


A mídia tenta colocar conteúdo nas palavras dos seus escolhidos, tanto a esquerda como a direita, faz igual o (STF) dando interpretação em cada fato, dependendo de quem o criou, a dificuldade do eleitor fica cada vez mais de difícil escolha, não há uma linha a ser seguida, temos caminhos com muitas variantes, retornos e setas indicando ao longe sem esclarecer se no final há um encontro de indicações anteriores, ou se nada se conecta ao além da nossa percepção.


O dia 2 último foi um daqueles dias que ficará marcado na nossa memória política como um dos mais divertidos e tristes ao mesmo tempo, os quatro principais candidatos ao cargo maior, presidente da República, pelo menos apontado nas pesquisas, Lula, Bolsonaro, Ciro e Simone, estiveram na Bahia, data em que aquele Estado comemora a queda da resistência contra a República, último reduto demolido.


Enquanto o presidente fazia sua motociata em companhia dos seus liderados, com a participação de muitos dos quais estavam comemorando aquela data memorável e regional, a oposição também fazia valer a condição de candidato e se jogava entre os eufóricos, não precisando nem mesmo fazer uma propagando anterior, a multidão já esta de prontidão, bastava fazer distribuição de bandeiras e cartazes se infiltrando entre eles e acompanhar o ritmo da caminhada.


Como hoje, com o advento da tecnologia de ponta, muito bem utilizada pela mídia eletrônica, os meios de comunicações virtuais, no seu jornalismo especulador e investigativo, detectaram o uso indevido de imagens coladas depois repetidas, em intenção clara de aumentar o volume de participantes com o efeito da duplicidade, esse fato em vez de somar valores só depõe contra aqueles que assim se comportarem, no caso o Partido dos Trabalhadores (PT).


O PT criou um estigma de um partido composto por elementos que primam pelas inverdades contadas ao longo da sua existência, além dos mal feitos praticados na gestão do Lulopetismo, não satisfeito com seu passado duvidoso tenta criar um novo tempo para o seu futuro político, tentando legitimar o que foi de mais nocivo para a política nacional nos últimos 1522 anos, portanto, desde nosso descobrimento, nunca tivemos nada tão perdulário que o Lulopetismo.


Sem tirar e nem pôr, tanto a esquerda quanto a direita estão niveladas por baixo e continuam se afastando da integridade e dignidade política. Os partidos políticos foram nivelados ao mesmo patamar dos políticos, aos poucos eles foram perdendo o respeito do eleitor, poucos são os eleitores que seguem a cartilha dos partidos, mesmo porque essa cartilha não existe mais, dessa forma, estamos órfãos de partidos e políticos, nesse caminho sem volta.















Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista









11 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page