top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

A incongruência e a parcialidade desequilibram os Poderes (03/06/2021



O Fato Sem Politicagem 03/06/2021


O que vem ocorrendo com os Poderes constituídos no Brasil é de causar vergonha em qualquer cidadão minimamente consciente e independente politicamente. Já escrevi por mais de uma vez, em diversos textos, no decorrer do atual governo Bolsonaro, da complexa situação da independência de Poderes; é de conhecimento público e notório, o Poder Executivo tem sido diminuído em cada decisão tomada pelas interferências do Legislativo, e na maioria das vezes pelo Judiciário, não vou discutir a legalidade dos atos, coloco a necessidade deles com tanta constância.


Essas intromissões têm gerado conflitos e descontinuidade de atividades necessárias ao bom andamento da administração público, não lembro se em algum momento político brasileiro tivemos tantos questionamentos, supressões de atividades e até mesmo cancelamentos de projetos inerentes ao mais primordial trabalho em benefício da população brasileira. Concordo que o governo Bolsonaro não é nenhum modelo a ser copiado, porém é preciso que as tarefas do dia a dia sejam executadas mesmo que as correções jurídicas sejam necessárias e questionadas posteriormente.


A realização da Copa América, aprovada pelo governo Federal, com os devidos protocolos compridos, assim como estão sendo realizadas outras Copas em nosso País, é fundamental para que ocorra imparcialidade nas atitudes governamentais. Asseverar que a Copa América trará novos contaminantes virais e não considerar a mesma situação para outros campeonatos é no mimo irracional e incoerente, o que de fato há é a politização no esporte como vem ocorrendo em todos os setores da economia e diversão no Brasil.


Outra questão que nos causa estranheza é a capacidade de alguns órgãos de imprensa fazer pouco caso das previsões positivas da nossa economia, sempre são dados com um, porém, mas, até mesmo questionamento da veracidade dos dados divulgados. Todos nós sabemos que a nossa economia, apesar de toda tragédia em curso, tem melhorado, substancialmente, mesmo tendo contra nós a queda do consumo interno, não obstante esse fator determinante, as exportações tem nos ajudado bastante, mormente as vendas efetuadas ao mercado asiático.


O que vem mais nos assustando é a falta de equilíbrio no Poder Legislativo e sua CPI da inquisição, politicamente determinada como a CPI do Coronavírus, a parcialidade que vem ocorrendo na Comissão montada para fazer os devidos questionamentos aos convidados ou não é de deixar qualquer ser humano mais esclarecido pasmado. Não bastasse a falta de delicadeza, educação e até mesmo princípios morais a determinados membros da referida comissão, dependendo do convidado, ele é exposto ao ridículo, de forma humilhante e sub-humana.


O que aconteceu com a médica oncologista Dra. Nise Yamaguchi, competente profissional, apenas por defender uma posição sua, que lhe é de direito, com firmeza e determinação, assim como outros colegas seus, simplesmente foi ridicularizada na CPI, com perguntas de conotações ridículas, sem o mínimo cunho de destreza e polimento ético. Mesmo assim, a médica foi de causar inveja a qualquer membro da sórdida comissão da CPI. Com sua polidez e decência respondeu suas perguntas de forma educada e sincera, se não era do agrado dos inquisidores, paciência.


Dentre os inquisidores, a CPI virou inquisição, o mais constrangedor foi exatamente o médico da oposição, ex-governador da Bahia, o senador Otto Alencar, com perguntinhas de pegadinhas de televisão, tentando humilhar a sua colega médica, foi degradante vê-lo naquela saga contumaz, não tendo respeitado nem mesma a profissional e a mulher, além do ser humano que merece respeito em qualquer situação. Foi desprezível a atuação do médico Otto Alencar, ele simplesmente não foi zeloso pelo menos com o nome da cidade natal que é Rui Barbosa/BA.


O que mais me deixou constrangido foi à ausência de defesa das mulheres que ali estavam presentes, se fazendo de feministas a todo o momento e ausentes nessa hora necessária. Em contrapartida a inquisição feita à Dra. Luana Araújo foi de um frenesi de educação a toda prova, numa indicação clara que a Comissão estava concordando com as respostas feitas milimetricamente feitas para obtenção das respostas esperadas e que alimentasse o ego da oposição ao governo Bolsonaro.


É lamentável que uma CPI criada para levantar dados e informações lícitas esteja sendo conduzida de forma tão imparcial com tratados claros de dois pesos e duas medidas, em plena luz do dia, numa clarividência de cambalacho puro. Estamos, realmente, vivendo momentos de consternações políticas e morais, quando as pessoas não fazem nem mesmo cara de paisagem quando estão cometendo atos falhos dentro da Casa que devia ser um laboratório das leis isentes, o que temos hoje é um espaço para cometimentos de atos indecorosos.


Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista







7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page