top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

A idiossincrasia do senador de Marcos Do Val talvez não seja caso de Justiça










Novo governo velhas práticas 17/06/2023




O caso do senador Marcos Do Val extrapola qualquer situação considerada de normalidade, trata-se de um comportamento atípico. Desde 08 de janeiro muitas coisas surgiram de forma atabalhoada e de cunho disforme da normalidade, estou me referindo ao meio político e jurídico, quando o assunto se refere aos três Poderes constituídos e que deveriam trabalhar em plena harmonia e com independência total e respeito absoluto entre eles.



Temos percebido uma distância muito grande entre o que devia ser legal e o que efetivamente tem sido real, verdadeiro atropelo, principalmente a interveniência da Justiça sobre o Executivo e o Legislativo. O atual momento vem sendo um espelho do que ocorreu durante o mandato do ex-presidente Bolsonaro e o início, meio ano, do presidente Lula da Silva, vem ocorrendo verdadeiro desrespeito do Judiciário ao Legislativo, caso específico do senador Do val.



Não entrando no mérito da questão, não farei juízo de valor, se o senador Do Val vem sendo julgado certo ou errado, simplesmente me atenho a relevância do respeito dos Poderes, as buscas feitas no Senado Federal, gabinete reservado ao senador referendado, sem a devida comunicação oficial, e não oficiosa, corresponde a uma afronta ao Legislativo, mesmo tendo ocorrido uma comunicação telefônica ao presidente do Congresso, representa falta de respeito.



Ficou mal a situação criada e o clima de desagravo entre o Judiciário e o Legislativo. Considerando que o senador tem suas prerrogativas, mesmo que ele venha abusando da sua condição de legislador, ele foi colocado naquela Casa por uma grande quantidade de eleitores do seu Estado, até que seja definido a condição dele, se ele se comporta de maneira diferente aos padrões exigidas é preciso que ele seja julgado para ser condenado.



Ante a forma desconexa de comunicação que ele vem tendo acredito até que seja necessário de uma avaliação psiquiátrica para se saber se ele não está com estafa mental, pelo acúmulo de atividades e o desejo de servir melhor ao País no cargo que ocupa, talvez a sua inexperiência, na atividade política, tenha convergido a um desgaste maior, isso ocorre quando assumimos cargos de relevância e implicações maiores às nossas habilidades.


O que chama atenção é a recorrência que os cercos são feitos aos políticos da Direita brasileira, mormente àquela que apoia o ex-presidente Bolsonaro, ele mesmo, depois que retornou do seu retiro no exterior, já prestou vários depoimentos, de assuntos diversos, sempre pela PF e provocado pelo Judiciário, na pessoa do ministro Alexandre de Morais, que vem fazendo uma marcação sobre pressão no ex-presidente, como quem quer vê-lo preso a todo custo.



O Jair Bolsonaro tem início de julgamento (no dia 22 próximo) acredito que ele será condenado e certamente terá sua prisão pedida, esse é o desfecho desejado por muitos da Esquerda brasileira, isso seria uma realização de vingança do atual presidente, Lula da Silva, por vários motivos, e uma forma de se sentir longe da possibilidade de o Bolsonaro continuar elegível às eleições de 2026, com ele inelegível o sucesso da esquerda estaria mais próximo.



Não sei se confirmada essa possibilidade, inelegibilidade do Bolsonaro, o sucesso da esquerda seria tão real, com a impossibilidade do Bolsonaro em 2026, as chances do governador, Tarciso de Freitas, São Paulo, acompanhado, em uma chapa da Direita, formada com a ex-primeira Dama, Michelle Bolsonaro, seria fatalmente a pedra no caminho do Lulopetismo que ele não espera para as próximas eleições, Michelle não tem experiência política, mas tem carisma.



Essa novidade poderia ser fatal, além do candidato ao cargo de presidente da República vir respaldado por uma experiência de um mandato no governo de São Paulo, sua vice viria representada por uma mulher e operante na área social, enquanto foi primeira Dama, sem a rejeição do seu marido, Jair Bolsonaro, entre os petistas. Não estou afirmando que seria uma chapa ideal, porém é uma possível de enfrentar o clima de pessimismo que nos envolve. Isso é um fato, pelo menos positivo.





Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista































































4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page