top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

A história não é como se conta nem mesmo como a imaginamos














Novo governo velhas práticas 31/03/2023





Estamos encerrando o mês de março e por consequência o primeiro trimestre do ano em curso; nessa última semana muito tumulto foi criado e os motivos pelos quais se iniciaram não tiveram uma única vertente. Temos sofrido com a falta de atividade política e gerencial promovidas por quem de direito, temos uma situação sem noção dos seus deveres administrativos e uma oposição prostada sobre sua própria caveira depois da derrota fatalista para seus membros.



O governo atual sendo cobrado por um arcabouço fiscal que venha mostrar segurança jurídica e traga de volta a confiança dos investidores externos, entretanto essa falta de rumo que não é dado e ausência total de equilíbrio econômico coloca o país em um mundo de desconfiança e incertezas, situação criada pela falta de ordenamento administrativo e foco nas prioridades que o país tem para se transformar em uma Nação confiável e rentável aos olhos do Capitalismo.



O que vem pesando, e muito, é exatamente esse contexto ideológico voltado para o socialismo condenável pela Nação brasileira e pela maioria dos brasileiros que ainda se vestem, em termos de alma, das cores da nossa bandeira, produzida pela República Federativa e de longa data. Hoje é um dia que nos lembra que em 1964, pela brasilidade de muitos brasileiros o país foi salvo pelos militares, por exigência da sociedade civil, das mãos que queriam implantar a Ditadura do proletariado.



Quem viveu aquela época não pode confundir Socialismo barato com Democracia plena e de Direita. Toda história será sempre contada pelos vitoriosos e não vão fazer diferente nessa fase da história brasileira, claro que tivemos um período de restrições e nele mortes ocorreram dos dois lados, esse é o fato negativo, depois do retorno aos tempos da Democracia plena foi feita a anistia plena e irrestrita, com o perdão até mesmo aos terroristas e militares assassinos.



O tempo passou e uma nova Constituição foi escrita, ainda há muitas situações que não foram devidamente acertadas como a própria Constituição exige, mas a liberdade, pelo menos no papel foi implementada. O que temos visto é que depois de 1988, os governos que vieram poucos lutaram pela verdadeira Democracia, tivemos mais presidentes com pensamento socialista, querendo levar nosso país ao sistema implantado em outros países do nosso Continente.



Hoje nos encontramos escanteados, retorna ao comando do país, pela terceira vez, o esquerdista mais fiel a crença comunista, o mentiroso patológico, reconhecido mitomaníaco, Lula da Silva, um verdadeiro velho à esquerda, descompromissado com o Estado brasileiro, voltado apenas para os interesses pessoais, lutando pela sua hegemonia política, já trabalhando pela sua recondução ao cargo em 2026, sem, entretanto, fazer qualquer coisa meritória justificando sua saga.



A chegada ao país do ex-presidente, Jair Bolsonaro, foi um verdadeiro fiasco, claro que a situação governista trabalhou no sentido de dificultar os primeiros passos do Bolsonaro em Brasília, diria até uma desonestidade do atual governo, negando até mesmo carro blindado para transporto do Bolsonaro. Porém esse fato não justifica a ausência de grande número de simpatizantes ao ex-presidente, faltou coordenação e um trabalho mais específico.



Precisamos urgentemente buscar outras alternativas políticas, lideranças que nos traga respaldo moral e técnico, sem o acompanhamento da corrupção recorrente na maioria dos governos depois de 1988. Esperamos que uma nova mentalidade política volte a se forma no nosso meio cultural e essa indecência seja exterminada de forma definitiva, com a esperança retornando aos corações dos brasileiros sérios. Brasil, apesar dos percalços, um país soberano. Isso é um fato.







Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista









































































5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page