top of page
Buscar
  • Foto do escritorGenival Dantas

A diáspora da população brasileira













O fato sem politicagem 13/08/2022



É muito sofrido o atual momento, mormente para os mais pobres e necessitados de recursos para sobreviver às duras penas e principalmente os dependentes da ajuda social dos governos de plantão. A diáspora da humanidade após o início da pandemia sanitária, sequenciada pela invasão da Ucrânia pela Rússia vem distribuindo migrantes por vários Continentes de forma injusta e desumana, no Brasil o sentimento não é diferente.



Estamos em plena calamidade pública, não veja saída de imediato, até mesmo a curto e médio prazo, contando com a deflação nacional, mais em virtude do recuo dos preços dos combustíveis e energia elétrica, os 0,68% da deflação de julho teve um significado importante para a economia brasileira, além da subida contínua da inflação ela teve um recuo nos mostrando que mesmo no meio da crise é possível se pensar e agir positivamente e que nem tudo está perdido.



Quem sabe não possamos tomar novo rumo contando com aquiescência dos três Poderes que pouco, ou muito pouco fizeram para conter o drama do nosso povo nessa fase tão aguda e funesta, com perdas irreparáveis da população mundial, mais de 650 mil brasileiros de todas as classes sociais e idades diversificadas, perdas do poder aquisitivo dos assalariados e empregos para muitas famílias desalojadas e sem rumo a tomar.



Para nós brasileiros que somos reconhecidamente um povo ordeiro e sem tradição na prática de guerra civil, alguns movimentos sociais, sim, estamos no linear da exaustão, em pleno momento político acordamos para uma realidade nua e crua, não temos um só candidato na preferência do eleitor brasileiro que se apresente de forma decisiva e possa convence o povo a votar no seu novo com expectativas reais de tirar o país desse lamaçal em que nos meteram desde 1988.



Os dois principais candidatos que permanecem em primeiro lugar, desde o começo do movimento político para as eleições de outubro próximo, já mostraram suas credenciais e não merecem a nossa confiança por tudo que já praticaram no exercício do cargo. O petista, Lula, é comprovadamente um emérito corrupto e corruptor, enquanto Bolsonaro é um incompetente, incapaz de administrar um botequim, imagine uma Nação como o Brasil com toda sua parafernália de problemas.



O que nos deixa preocupados é ter que fazer mais uma escolha de Sofia, sem nenhuma outra possibilidade de escolha, o que é pior, nenhum nome do mundo político nacional se posicionou até agora com reais possibilidades de convencimento e qualidades efetivas para administrar essa Nação, só temos vistos políticos profissionais em busca de oportunidade para deleite pessoal e benefício próprio, assim vamos vendo o prazo se esgotar e nenhuma opção a nos acalentar.



Para contrariar mais ainda o brasileiro tão sofrido, somos impactados que o Judiciário solicita um aumento linear de 18%, enquanto o Legislativo, em um gesto mais humilde e não menos inconveniente, deseja adicional de 9% nos seus vencimentos, enquanto isso temos mais de 30 milhões de brasileiro passando fome e mais de 120 milhões com alguma dificuldade em manter pelo menos 3 refeições diárias. Esse é o Brasil que temos, mas não o que merecemos. Isso é um fato.



Genival Dantas

Poeta, Escritor e Jornalista













9 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page